A INFLUÊNCIA DOS FENÔMENOS EL NIÑO E LA NIÑA NA PRECIPITAÇÃO E NA OCORRÊNCIA DOS DESASTRES NATURAIS NA CIDADE DE CURITIBA–PR NOS ANOS DE 2004 A 2013

Amanda Marques Bitencourt, Adalberto Scortegagna

Resumo


Os desastres naturais podem ser caracterizados como fenômenos naturais que atingem áreas ou regiões habitadas. Tais fenômenos ocorrem de diferentes formas, em diversos lugares do planeta. No Brasil, por exemplo, os desastres naturais estão ligados diretamente ao clima, destacando-se inundações e movimentos de massa. Nesse contexto, esta pesquisa buscou analisar a influência dos fenômenos El Niño e La Niña na quantidade de chuva e ocorrência dos alagamentos e inundações repentinas na cidade de Curitiba, entre os anos de 2004 a 2013, pois, nessa cidade, em função de suas características de relevo, predominam alagamentos e inundações repentinas. O número desse tipo de ocorrência baseou-se nos dados existentes no banco de dados da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Curitiba (COMDEC), as precipitações mensais foram fornecidas pelo SIMEPAR e os dados referentes às temperaturas do Oceano Pacífico equatorial foram obtidos no National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA). Os fenômenos El Niño e La Niñ no período do estudo, manifestaram-se em diversas oportunidades. Constatou-se que, aparentemente, não há relação entre esses fenômenos com a maior ou menor precipitação no período em que ocorrem. Também pôde-se observar que o número de alagamentos/inundações repentinas não está vinculado apenas à quantidade de precipitação, mas também ao tipo de chuva. A pesquisa demonstrou, além disso, que entre 2004 a 2013 os fenômenos El Niño e La Niña ocorreram com baixa intensidade e que a presença deles não alterou, pelo menos de forma aparente, a quantidade de precipitação, nem de ocorrência de alagamentos na cidade de Curitiba.

Palavras-chave: El Niño. La Niña. Curitiba.


Palavras-chave


El Niño. La Niña. Curitiba

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.