O COMPORTAMENTO DAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PARANAENSES FRENTE AO PROCESSO DE INTERNACIONALIZAÇÃO

Rafael Holtz Betiol, Luis André Wernecke Fumagalli

Resumo


Este projeto de pesquisa tem o objetivo de analisar o processo de internacionalização adotado por empresas paranaenses produtoras de software para games e aplicações afins, tais como simuladores empresariais e redes sociais para jogadores, formulando um estudo comparativo com companhias da região do Vale do Silício, nos Estados Unidos, que pode ser considerado como o principal polo desenvolvedor de tecnologia do mundo. Como objetivos específicos destacam-se: identificar o processo de internacionalização de empresas paranaenses e americanas de produção de software; comparar os modelos de internacionalização entre si; descrever os ambientes nos quais as empresas operam para encontrar semelhanças e diferenças entre eles. Consideram-se fomentos, obstáculos e desafios como variáveis que interferem nas práticas adotadas para a expansão internacional e há um foco de estudo no tratamento da inovação por parte das companhias. Os dados foram coletados a partir de entrevistas e encontros com os gestores ou empreendedore participantes dos processos de internacionalização de cada firma. Os resultados demonstram que as empresas paranaenses tendem a aplicar métodos de internacionalização semelhantes aos das empresas americanas, embora a distância entre ideologias e ambientes de negócio e o tratamento dado à inovação e às estratégias de internacionalização apresentem diferenças significativas entre as firmas de cada país. Ademais, as pequenas empresas do setor de tecnologia apresentam características que mostram tendências a expandir sua presença em mercados globais desde o início de suas operações.

Palavras-Chave: Internacionalização. Inovação. Internacionalização de MPE. Paraná. Vale do Silício.


Palavras-chave


Internacionalização. Inovação. Internacionalização de MPE. Paraná. Vale do Silício

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.