O VALOR DOS RECURSOS INTANGÍVEIS PARA A ECONOMIA COLABORATIVA

Alícia Thais Kleina, João Vitor Manna Chedid, Claudia Cristina Lopes Machado

Resumo


Este estudo aborda os recursos intangíveis, que se multiplicam com o uso, quais sejam, a confiança, a reputação, a colaboração e seus impactos para a economia colaborativa, também conhecida como sharing economy. Essa nova economia compõe o cenário econômico mundial, iniciada a partir da quarta revolução industrial e voltada para tecnologias e inovações exponenciais. Trata-se de uma nova era econômica em que o compartilhamento é mais importante do que a posse de bens e, na qual negócios se multiplicam a partir do uso de recursos intangíveis como os citados anteriormente e outros mais. Tais recursos vêm sendo muito demandados por uma sociedade que almeja relações comerciais mais justas e sustentáveis. Objetivou-se, neste artigo, analisar o impacto desses recursos intangíveis para os negócios feitos sob a égide da economia colaborativa que visa o compartilhamento de bens, de lucros e da praticidade. Trata-se de uma pesquisa de campo, de natureza qualitativa e quantitativa, que recorreu à coleta de dados bibliográficos, documentais, análise de entrevistas aos representantes de Startups em Curitiba e também análise dos questionários aplicados aos usuários da economia colaborativa. Ao final, identificou-se que os três recursos estudados impactam positivamente na forma de se fazer negócio, nas novas economias, o que se reflete, principalmente, na retenção dos clientes.


Palavras-chave


Novas Economias. Novos Modelos de Negócios. Economia Colaborativa. Recursos Intangíveis

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.