A RESISTÊNCIA À DITADURA NOS POEMAS DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

Engily Jurema Silva Cardozo de Lima, Luiz Rogério Camargo

Resumo


Este artigo propõe uma análise dos poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen e sua resistência ao Salazarismo, governo ditatorial que se instaurou em Portugal no ano de 1926 e teve seu fim em 1968. Sophia era contra o regime e procurava denunciar, através de seus poemas, as repressões e censuras praticadas contra o povo. O trabalho está dividido em cinco partes, senda elas: Introdução, Fundamentação Teórica, que se subdivide em: A definição de repressão e liberdade nos poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen, A repressão e denúncia nos poemas de Sophia Andresen e A busca por justiça nos poemas de Sophia Andresen e, por último, Considerações Finais. A metodologia utilizada é de cunho bibliográfico na qual serão utilizados livros e artigos sobre Sophia e sua vida política, assim bem como a resistência e sua busca pela liberdade.


Palavras-chave


Resistência. Poema. Repressão. Liberdade. Justiça

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.