ASPECTOS PSÍQUICOS DA DERMATITE ATÓPICA INFANTIL: UM ESTUDO DE CASO

Odivânia Kruger, Francisleine Moleta

Resumo


Este trabalho consiste em um estudo de caso, envolvendo uma criança com10 anos diagnosticada com dermatite atópica (DA) e sua mãe, participantes de um Projeto enominado “Escola de Atopia”. Sabe-se que a dermatite atópica influencia não somente o paciente que  possui a doença, mas toda a família, impactando nas relações da mesma. O entendimento de que existe relação entre os aspectos psíquicos e a DA a posiciona como uma enfermidade psicossomática. Assim, o objetivo deste estudo foi compreender os aspectos psíquicos relacionados à DA infantil, o que pode contribuir para geração de maior conhecimento sobre as DAs, bem como para a prevenção e a construção de estratégias de intervenção na clínica psicológica. Como método foi utilizado uma entrevista semi-estruturada com a mãe, buscando compreender o período de gestação,desenvolvimento da criança e a relação estabelecidas entre pais e filho. Com a criança foi utilizada a técnica de desenho-estória3 de Walter Trinca, o qual constitui uma forma de expressão do inconsciente. O material coletado foi interpretado qualitativamente com base no referencial psicanalítico. Como resultados encontraram-se, conforme a literatura menciona,aspectos psíquicos relacionados ao aparecimento e intensificação da DA. Tanto a entrevista com a mãe quanto  os desenhos da criança, evidenciaram a relação entre os fatores familiares, presentes no caso, e a DA.


Palavras-chave


Dermatite Atópica Infantil. Aspectos Psíquicos. Psicossomática. Psicanálise

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.