CÉLULA DE HIDROGÊNIO: ESTUDO E CONSTRUÇÃO DE UMA CÉLULA ELETROLÍTICA PARA PRODUÇÃO DE HIDROGÊNIO GASOSO

Frederico Thomas Leludak, Tiago Luis Haus

Resumo


s células eletrolíticas são dispositivos que quebram ligações químicas entre hidrogênio e oxigênio por meio da eletrólise. A estrutura da célula é composta por placas paralelas de inox, material que pouco sofre oxidação, e por anéis de borracha para vedação. Os anéis são montados entre as placas de inox para evitar que a água contida em seu interior saia do sistema. As placas possuem furações que permitem a comunicação das galerias de água. Para que a célula possa inicializar a reação de separação das moléculas de água em hidrogênio e oxigênio, é necessário utilizar uma fonte de eletricidade no caso em questão, uma boa fonte de energia elétrica de corrente contínua é a bateria automotiva de 12 volts e 40 Ampères. Depois de montada a célula, é instalado o reservatório e a bateria, e em seguida é adicionada ao reservatório a solução básica composta por água e hidróxido de potássio (KOH). Assim que a bateria é conectada à célula, é iniciada a reação química de quebra das moléculas de água por eletricidade (elet lise), e os resultados são muito bons. A produção de gás HHO, resultante da reação, é satisfatória, visto que é capaz de produzir 500 mililitros de gás em 30 segundos. Com estes resultados, já se pode pensar em aplicações para o gás, como em motores de combustão interna, afinal, o gás HHO é um ótimo combustível para a explosão e principalmente uma incrível fonte de energia limpa e renovável.

Palavras-chave: Célula de Hidrogênio. Água. Reação Química. Quebra de Moléculas.


Palavras-chave


Célula de Hidrogênio. Água. Reação Química. Quebra de Moléculas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.